terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Nova planilha - versão inteligente

É com muita satisfação que informamos que a planilha de contagem de tempo de contribuição foi atualizada e reformulada e se encontra disponível, em fase de testes, no endereço: https://planilha.tramitacaointeligente.com.br/

A versão atual apresenta os mesmos recursos da planilha que é disponibilizada neste blog, mas com muitas melhorias de velocidade e usabilidade, dentre as quais destacamos:
  • Botão de remoção das concomitâncias;
  • Visualização de planilhas já elaboradas sem a necessidade de cadastro;
  • Facilidade na criação de cópias editáveis de planilhas já elaboradas;
  • Importação de períodos do CNIS, Excel, outra planilha, PDF, Word, etc., dispensando redigitação;
  • Análise do direito à aposentadoria atualizado de acordo com as últimas alterações legislativas;
  • Botão que copia o resultado, sem a necessidade de seleção;
  • Visualização do resultado em formato texto ou tabela, conforme preferência do usuário.
O acesso continua gratuito, exigindo apenas um cadastramento de e-mail pessoal.
Além disso, a nova versão também reside “na nuvem”, permitindo que as atualizações e correções sejam imediatamente disponibilizadas aos usuários e dispensando “downloads” e instalação.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Instruções para editar a planilha

Caros usuários,
Para editar a planilha, não é preciso solicitar acesso nem fazer downloads.
Basta estar logado em uma conta google, clicar em "Arquivo" => "Fazer uma cópia...", ou, na versão em inglês "File" => Make a copy...".



Depois, é preciso dar um nome para a cópia e seguir as instruções de preenchimento que constam no quadro azul.
Quaisquer dúvidas, estamos à disposição.

Ainda, aproveitando o post, gostaríamos de agradecer os contatos com elogios e sugestões que temos recebido. São esses retornos que nos têm ajudado a aprimorar nosso trabalho.
Gratos!

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Alteração de texto

Prezados usuários, 

após sugestão da colega Cláudia Weber, da 4ª Vara Federal de Passo Fundo, RS, fizemos uma pequena alteração no texto da célula de resultados. 

Agora, para períodos a partir de 18/06/2015, se o segurado implementar os requisitos para se aposentar e satisfizer as exigência da MP 676/2015 (convertida na Lei 13.183/2015), o texto do resultado será o seguinte: 

"O cálculo do benefício deve ser feito de acordo com a Lei 9.876/99, garantido o direito à não incidência do fator previdenciário, caso mais vantajoso...".

e não mais, "O cálculo do benefício deve ser feito de acordo com a Lei 9.876/99, mas sem a incidência do fator previdenciário", já que o fator pode ser aplicado se for superior a 1.00. 

Agradecemos imensamente pela colaboração!

Ressaltamos que o link de acesso para a versão mais recente continua disponível no quadro superior à direita. 

Quaisquer outras dúvidas, sugestões ou críticas, entre em contato!

terça-feira, 8 de março de 2016

Correção da nova versão

Prezados usuários,

após o alerta dado pelo colega Fabiano José, da 1ª Vara Federal de Santa Maria, RS, fizemos uma correção da 4ª versão da planilha, que entrou no ar na última quinta-feira.

Na versão 4.3 que estamos disponibilizando a partir de hoje, alteramos a data do início da nova sistemática de cálculo "85/95" de 05/11/2015 para 18/06/2015


É que, como bem alertou o colega, esse direito é devido desde 18/06/2015, data de início da vigência da MP 676/2015, que já previa a sistemática "85/95", posteriormente convertida na Lei 13.183/2015.

Agradecemos a colaboração !

quinta-feira, 3 de março de 2016

03/2016 - Lançamento da nova versão



Estamos lançando a versão 4.2 acrescentando novos recursos e atualizando a planilha de acordo com a Lei 13.183/2015, que trata dos pontos 85/95 e da incidência do fator previdenciário.


As novidades da versão 4.2 são os seguintes: 

  • No quadro de dados iniciais:
    • Reunimos em uma só célula os campos "Calcula até" e DER.
    • Incluímos um campo OPCIONAL para a fixação de um 4º marco temporal, além dos três marcos que são de praxe (16/12/1998, 28/11/1999 e "Calcula até / DER"). Se esse campo estiver preenchido com uma data posterior à DER, a planilha também calculará a situação na data mencionada, acrescendo um 4º resultado ao final.
                      
  • Destaque: No quadro de resumo, se o marco temporal for posterior a 18/06/2015, data da entrada em vigor da MP 676/2015 (convertida na Lei 13.183/2015), incluímos uma coluna que conta os pontos (idade + tempo de contribuição) totalizados pelo segurado.
                   
  • Destaque: Na célula de resultados, se a pessoa preencher todos os requisitos para se aposentar, acrescentamos textos sobre o cálculo da renda mensal inicial (RMI) do benefício. Em resumo, a planilha trará os seguintes resultados:
    • em 16/12/1998: cálculo da RMI de acordo com a redação original da Lei 8.213/91 (sem fator previdenciário);
    • em 28/11/1999: cálculo da RMI de acordo com a redação original da Lei 8.213/91 (sem fator previdenciário);
    • entre 29/11/1999 e 17/06/2015: cálculo da RMI de acordo com a Lei 9.876/99 e com incidência do fator previdenciário;
    • a partir de 18/06/2015
      • se a pessoa não totalizar os pontos (85 pontos, se mulher, ou 95 pontos, se homem) ou não atingir o tempo mínimo de contribuição (30 anos, se mulher, ou 35 anos, se homem): cálculo da RMI de acordo com a Lei 9.876/99 e com incidência do fator previdenciário;
      •  se a pessoa totalizar os pontos (85 pontos, se mulher, ou 95 pontos, se homem) e atingir o tempo mínimo de contribuição (30 anos, se mulher, ou 35 anos, se homem): cálculo da RMI de acordo com a Lei 9.876/99 e SEM incidência do fator previdenciário.
  • Incluímos dois CONVERSORES, para facilitar o preenchimento e a extração das datas: 
    • Conversor de texto em tabela: converte as datas digitadas como texto no formato tabela, para serem copiadas e coladas na planilha. As instruções para uso estão ao lado do conversor, na área acinzentada.
 
    • Conversor de tabela em texto: marque com um "x" na coluna à esquerda dos períodos digitados na planilha de contagem e eles serão reunidos em formato TEXTO na parte inferior da planilha.
 
 


Por fim, agradecemos a colaboração de todos os usuários no aprimoramento e na divulgação da planilha!

Em especial, agradecemos aos colegas da 6ª Vara Federal de Maringá e da 4ª Vara Federal de Maringá pelas sugestões e pela disposição em testar as novidades.

Para acessar a nova versão, utilizem sempre o link no canto superior direito desta página.

terça-feira, 25 de junho de 2013

06/2013 - Nova versão da planilha lançada

Comemorando o aniversário de 1 ano da planilha, lançamos a versão 2.2, simplificando ainda mais a sua utilização e acrescentando novos recursos, sempre com a preocupação de respeitar a familiaridade dos usuários que já a utilizavam e mantendo todas as funcionalidades anteriores.

Os novos recursos da versão 2.2 são os seguintes: 

- A planilha foi simplificada e agora possui apenas uma única aba, servindo tanto como lançamento de dados quanto como resultado. É possível ir acompanhando o resultado da contagem simultaneamente com o lançamento dos dados.

-  Ao invés de 3 colunas para contagem do tempo de serviço (ano, mês e dia), o tempo passa a ser mostrado em uma coluna única, por extenso (ex: 3 anos, 5 meses e 12 dias). O tempo final (total) também passa a ser escrito por extenso.

- Adicionada uma coluna chamada "Anotações", permitindo que se digite um texto para cada linha de vínculo laboral lançada. Será útil para anotações do tipo "período rural", "já reconhecido administrativamente", "período fora da CTPS", "necessita de indenização", etc.

- Adicionada cor de fundo diferenciada quando se seleciona fator de conversão diferente de 1,00 ou quando se marca "Não" na coluna "conta para carência".

- Melhorias diversas no texto final que é gerado automaticamente.

Para acessar, utilizem sempre o link no canto superior direito desta página.

Em breve a versão antiga da planilha deixará de funcionar, portanto atualizem seus favoritos !

terça-feira, 26 de junho de 2012

Planilha gratuita para contagem de tempo de serviço

Público Alvo:

O público alvo é amplo: servidores do Judiciário, magistrados, advogados e segurados do INSS.

Primeiro vamos abordar as vantagens da planilha, depois explicaremos como utilizá-la. 

Principais vantagens:

  • (Para servidores da JF da 4ª Região): Possibilidade de colar a planilha diretamente no Gedpro, sem a necessidade de anexar arquivos na minuta, permitindo que seja feito o agendamento direto do evento para o Eproc;
  • Destaque: Aviso automático de períodos em concomitância, alertando o usuário para que faça a correção manualmente;
  • Destaque: Possibilidade de lançar diversos períodos (97 períodos para ser mais preciso);
  • Destaque: Possibilidade de lançar os períodos em qualquer ordem, já que a planilha automaticamente apura os períodos anteriores à EC 20/98, anteriores à Lei 9.876/99 e anteriores à DER;
  • Possibilidade de conversão de tempo especial em comum e tempo comum em especial, tanto para homem quanto para mulher;
  • Possibilidade de marcar períodos que não contam para carência (Ex: período rural anterior a 1991 não indenizado).
  • Averiguação do direito em 3 marcos temporais, sendo estes:
    • Emenda Constitucional 20/1998;
    • Lei 9.876/99 (criou o fator previdenciário);
    • DER (data de entrada do requerimento);
    • Ainda é possível inserir uma quarta data no campo "Calcula até", útil para quando o segurado não tem direito na DER, mas tem direito se for computado período posterior, ou quando se quer avaliar a presença de direito adquirido em momento anterior a DER;
  • Destaque: a planilha gera um rascunho de dispositivo automaticamente.Trata-se de uma célula no final da planilha que pode ser copiada e colada no word (Ctrl C e Ctrl V), contendo 3 parágrafos que dizem se o segurado preencheu os requisitos para aposentadoria na data da EC 20/98, na data da Lei e na DER. O texto ainda indica quais requisitos não foram preenchidos caso não haja direito em um destes marcos temporais. Este texto pode ser utilizado tanto em minutas de sentença quanto em petições iniciais.
  • Destaque: mesmo que os períodos não sejam lançados em ordem, a planilha detecta concomitância e evita que o mesmo mês seja contado em duplicidade para fins de carência.
  • Destaque: Como a planilha é fornecida através do Google Docs, os desenvolvedores podem atualizá-la (seja para criar novas funcionalidades ou corrigir erros) e todos os usuários sempre acessarão o link que contém a versão mais atualizada. Para isto basta sempre acessar a planilha através do link deste blog (coloque o blog nos seus favoritos). 
  • Possibilidade de imprimir em PDF para juntada em processos eletrônicos (lembrando que também é possível copiar e colar dentro do Word / Gedpro);
  • Possibilidade de impressão em papel para juntada em processos físicos;
  • Possibilidade de recuperar todas as planilhas feitas posteriormente (ex: processo retornou do Tribunal ou TR com o tempo alterado, basta recuperar a planilha e fazer as alterações necessárias sem precisar montá-la do início). 

Como utilizar a planilha ?

É muito fácil. Você precisa ter uma conta do Google (é gratuita).

- Se você já tem uma conta, acesse http://drive.google.com e clique no botão azul "Dê os primeiros passos com 5GB de espaço" (este procedimento será feito uma única vez, depois o Google Drive fica ativado permanentemente na sua conta). Se você já usa o Google Drive ou o botão não apareceu pra você, você pode prosseguir.




 - Se você ainda não tem uma conta do Google, basta clicar no botão azul Login, e depois no botão vermelho Inscreva-se, e seguir as instruções na tela para criação da sua conta.




Feito isso, voce pode acessar a planilha. (o link sempre se encontra no canto superior direito neste blog, e sempre aponta para a versão mais atualizada).

Acessada a planilha, clique em Arquivo > Fazer uma cópia:


Dê o nome para o arquivo conforme desejado (sugerimos o número do processo ou nome da parte autora, assim é fácil recuperar a planilha depois, pois ela ficará salva na sua conta do Google Docs).

Pronto. Basta preencher as informações na aba "Folha de rosto" e, quando terminar, alternar para a aba "Resultado":

Como colar a planilha diretamente no Word (ou Gedpro)

1) Selecione a área da planilha que você quer copiar (na aba Resultado por exemplo). Atenção: Não selecione a planilha inteira e nem espaços em branco, pois se fizer isso haverá células em branco no word. Observe na imagem abaixo o modo correto de selecionar um trecho da planilha:




2) Copie (Ctrl C) e cole (Ctrl V) no Word ou Gedpro. A planilha será colada em formato de texto:

3) Selecione todo o texto colado. Dica: segura a tecla SHIFT do teclado e clique em "Data Inicial", é uma forma rápida de selecionar todo o texto colado.


4) Dentro do Word / Gedpro, Vá no menu Tabela >  Converter > Texto em Tabela, e clique em OK. (apenas verifique se a opção Tabulações está selecionada, mas geralmente esse é o padrão do Word).



5) Pronto, sua planilha está montada.

6) Se você está usando o Gedpro, há apenas um passo final. Clique no cantinho da planilha para selecioná-la por inteiro, e depois selecione o estilo "tabela" na caixa de estilos.


7) Se você quiser aproveitar o recurso de "rascunho automático", que gera 3 parágrafos dizendo se a parte autora tem direito à aposentadoria nos 3 marcos temporais (EC 20/98, Lei 9876/99 e "calcula até"), basta observar na aba "Resultado" que há uma célula, abaixo do pedágio, que contém o texto pronto.

Basta clicar nesta célula, copiar (ctrl C) e colar (ctrl V) no Word ou Gedpro. Este texto é apenas uma sugestão e evidentemente pode ser alterado após colá-lo no Word ou Gedpro, conforme desejado.


Perguntas frequentes  
1) Não estou conseguindo fazer uma cópia da planilha. Quando clico em Arquivo > Fazer uma cópia, está cinza, não consigo clicar.
Resposta:
você tem que estar logado na sua conta do Google. Basta clicar em Fazer login no canto superior direito:

2) Não estou conseguindo editar nenhuma célula da planilha.
Resposta:
você tem que criar uma cópia para cada processo que estiver trabalhando, não é possível editar a versão original da planilha. Primeiro veja se você está logado (vide pergunta anterior), e depois clique em Arquivo > Fazer uma cópia.





3) Como faço para recuperar uma planilha que fiz anteriormente ?
Resposta: coloque o mouse perto do título da planilha, uma setinha apontando para esquerda aparecerá. Clicando nela você vai para a sua lista de arquivos no Google Drive. Você pode usar o campo de pesquisa para encontrar a planilha desejada. Alternativamente, você pode digitar no seu navegador http://drive.google.com


4) Como incluir períodos especiais (insalubres) ?
Resposta: insira o período normalmente na folha de rosto. Na coluna "Fator de conversão", selecione no menu (ou digite) 1,4 (se homem) ou 1,2 (se mulher). Você pode digitar ou selecionar outros números também, para converter tempo comum em especial ou para acrescer apenas a porção especial de um período já computado como comum pelo INSS (neste caso usamos os fatores 0,4 se homem e 0,2 se mulher).